MEDUSA:
solo para violoncelo, electrónica e objectos ressoadores

Medusa é um dispositivo nómada instrumental projetado para incluir um concerto de violoncelo solo que activa uma instalação sonora. Incorporando características sonoras e arquitectónicas específicas do local onde é apresentado, aborda questões de especificidade local tanto na configuração de instalação quanto no desempenho musical. Deste 2014 tem sido apresentado em diversos locais em Portugal e Europa

Concepção e Interpretação: Ricardo Jacinto

RIDER TÉCNICO
APRESENTAÇÕES

OLD SCHOOL / LISBON 2014
MEDUSA / GUIMARAES 2014
COLÉGIO DAS ARTES / COIMBRA
ANTIGA CUF / BARREIRO
VERA APPLETON / LISBON
VERA CORTÊS / LISBON
FERME DU BUISSON / PARIS
WALK & TALK / SÃO MIGUEL
MUSEU DE SERRALVES / PORTO
TRIENAL DE ARQUITECTURA / LISBON
SONOSCOPIA / JAN 2016 / PORTO
CAAA / JAN 2016 / GUIMARÃES
SALÃO BRAZIL / Anozero_Bienal de Arte Contemporânea de CoimbrA / COIMBRA / Nov 2015
FANUM HOUSE / Open House Belfast Festival / BELFAST / July 2015
THE GUESTHOUSE / CORK / July 2015
OFICINAS DO CONVENTO / FESTIVAL CIDADE PREOCUPADA / MONTEMOR-O-NOVO / 2016
CONVENTO DE SÃO FRANCISCO / COIMBRA / 2016
MUSEO VOSTELL / MALPARTIDA_CÁCERES / 2016
TEATRO THALIA / EXPOSIÇÃO Viagem ao Invisível / LISBOA / 2017