Cartaz: Pedro Tropa

Invasor Abstracto #2
um programa de exposições e concertos com peças de Nuno Torres, Pedro Tropa, Ricardo Jacinto e Rita Thomaz.

de 30 de Outubro a 13 de Novembro de 2020
Em Montemor-o-Novo, na Galeria Municipal e no Convento de São Francisco
Uma parceria entre o OSSO Colectivo e as Oficinas do Convento

“Invasor Abstracto” é um programa da OSSO dedicado à circulação de diferentes constelações de projectos de criação de membros do colectivo. Neste programa intersectam-se os territórios criativos de cada autor(a), a paisagem em torno do seu centro criativo (Aldeia de São Gregório, Caldas da Rainha) e as particularidades dos espaços e comunidades que os acolhem. “Invasor Abstracto” é a expressão nómada de um colectivo cujo trabalho artístico tem operado sobre a noção de Território, nas implicações estéticas e políticas que este pode ter na construção das comunidades temporárias que promove, ou naquelas onde se insere.

É neste contexto que apresenta em Montemor-o-Novo, a convite das Oficinas do Convento, uma exposição colectiva e um concerto. A música, o desenho, a fotografia, o som, a escultura e o vídeo operam, através da sua singularidade e das suas hibridações, diálogos entre propostas de cada membro do colectivo, a paisagem de São Gregório e a cidade de Montemor-o-Novo.

Pedro Tropa expõe um breve ensaio fotográfico com um percurso circunscrito ao microcosmo
das plantações e dos pomares de São Gregório, bem como dois desenhos/diagramas sobre a exposição. Nuno Torres apresenta uma instalação sonora que dialoga com Imaginary Landscape nº4 de John Cage, através do desenvolvimento de um dispositivo robotizado de sintonização FM. Rita Thomaz mostra cinco desenhos suspensos e um vídeo documental, explorando a fabricação manual do papel como meio de construção do desenho, onde a folha deixa de ser somente um suporte para assumir um carácter objectual e cinematográfico. Ricardo Jacinto compôs três novas partituras para a MEDUSA unit, um ensemble para instrumentos acústicos, electrónica e objectos ressonantes, interpretadas ao vivo no último dia deste programa dando corpo a um momento híbrido entre concerto e instalação. Finalmente em “Chuva”, peça de Pedro Tropa e Ricardo Jacinto, dezenas de fragmentos de cana invadem o chão da galeria como dispositivo escultórico e sonoro.

Exposição
30 Out a 13 Nov / GALERIA MUNICIPAL DE MONTEMOR
Nuno Torres, Pedro Tropa, Ricardo Jacinto e Rita Thomaz

Concerto-Instalação
13 Nov / OFICINAS DO CONVENTO e OSSO colectivo
MEDUSA unit (Umbra, Penumbra e Antumbra) | Concerto-instalação para instrumentos acústicos,
electrónica e objectos ressonantes.
Ricardo Jacinto com Álvaro Rosso, Angélica Salvi, João Almeida Nuno Morão, Violeta Azevedo e Yaw Tembe.

vídeo