Open Call : Residências de Criação
1º Período: 2º semestre 2020 (a agendar com os candidatos selecionados)
Data limite para apresentação de propostas: 31 de Março 2020
Anúncio dos resultados: 15 de Abril 2020


COMO CONCORRER
Os candidatos devem ler as orientações e informações fornecidas pela OSSO e em seguida preencher o formulário online.

CONTEXTO
Embora estejamos abertos a acolher projectos diferenciados e inesperados no seu conteúdo temático e tipologia de prática, a OSSO e o seu colectivo reforçam o interesse em acolher artistas cujas práticas se articulem com a noção de Território. Sendo este um conceito multifacetado, podemos relacioná-lo com noções de espaço e lugar, com os limites de um estado ou propriedade, identidade e comunidade, domínio e controle. Pode referir-se tanto uma área limitada de terra, como a áreas de conhecimento, disciplina, actividade ou experiência. Para além dos territórios informarem identidades, condicionarem ou gerarem valores entre comunidades, eles estão em permanente transformação, expansão e contração, gerando novas dimensões de convergência, conversão ou conflito. É no lugar da fronteira que estas tensões e movimentos se expressam apresentando o território como uma entidade dinâmica. Territórios são construções sociais, produtos de agência que abrangem espaços físicos, virtuais, sociais, políticos, experienciais e afetcivos. É neste contexto temático que ao longo do ano serão abertos períodos de inscrição para o acolhimento de Residências de Criação de artistas nacionais e estrangeiros.

O QUE OFERECEMOS
Uma casa com 3 quartos, cozinha/sala e casa de banho, um Estúdio (60m2) e um espaço de Oficina (50m2), equipados de acordo com o nosso rider técnico.

Dossier de acolhimento

Para a realização dos seus projectos os residentes podem requerer apoio continuado dos nosso técnicos (audiovisual e/ou oficina) desde que acordado e orçamentado previamente.
 No entanto, no início de cada residência será assegurada a presença de um dos técnicos para montagem do Rider Técnico ou esclarecimentos sobre os equipamentos requisitados.

Organizamos em conjunto com os residentes a apresentação dos seus projectos num formato de Open Studio ou em apresentações na cidade das Caldas da Rainha em articulação com o Grémio Caldense.

Divulgaremos os projectos residentes nos canais de difusão da OSSO e dos seus parceiros principais, incluindo website, newsletter e redes sociais. Para tal os residentes devem comprometer-se a autorizar a documentação do trabalho desenvolvido, bem como a sua publicação nos canais referidos.

PROPOSTAS

Aceitamos propostas de residências de criação artística em qualquer área com duração mínima de 1 semana e máxima de 1 mês, privilegiando projectos de carácter transdisciplinar e experimental, com foco (mas não exclusivamente) em práticas que questionem ou explorem a noção de Território. Valorizamos propostas de residência que promovam estratégias de interacção com a aldeia, a paisagem e a comunidade local. As propostas podem ser individuais ou colectivas, até um número máximo de 5 pessoas*. 
Acolhemos tanto propostas que necessitem do Estúdio, Oficina ou outras que necessitem só de mesa de trabalho no quarto.

* excepcionalmente podemos acolher um número maior de pessoas mas para isso deve contactar previamente a OSSO

CUSTOS
Após a selecção, o orçamento apresentado pela OSSO aos candidatos para cada residência depende do número de pessoas, das necessidades de espaço e equipamentos de trabalho e da articulação do projecto proposto com o contexto temático referido. Estes orçamentos terão por base os valores de referência expressos nesta tabela.

.
Embora não nos seja possível suportar despesas de transporte, alimentação, materiais e seguros, sempre que solicitado, os projetos selecionados recebem uma carta com a confirmação de admissão para que os artistas possam procurar financiamentos próprios.

Formulário online

+ info
ossoopencall[at]gmail.com